O dia de nossas vidas

Eu vivo todos os dias,
Um após o outro, dia-a-dia,
É neles que eu encontro você.
E você nem vê...
Sinto, na calmaria das tardes ou,
Nos silêncios infinitos das noites,
A esperança do dia que virá,
Só pra te encontrar...
Me embalo nos doces acordes
de minhas canções favoritas...
Escrevo coisas inúteis pra dizer que esqueci!
Minto que finjo, que não existo, que morri.
Mas isso tudo passa, é só dormir...
Então, torno a viver o meu dia,
Mais um dia,
Pra encontrar você...

2 comentários:

paulo disse...

... dá vontade de tentar uma canção.

(=

contador de histórias disse...

qro teletransportar!!!!